Faça um blogueiro feliz, comente!

quarta-feira, 14 de março de 2007

Não ria de qualquer coisa

Nessa última semana vi alguns filmes classificados como comédia.
Foram eles: "Borat", "Letra e Música" e "Norbit".
Vemos as diferenças entre comédias. Escrachadas, Românticas e Pipocas.
Borat - O Segundo Melhor Repórter do Glorioso País Cazaquistão Viaja à América é o típico filme que ultrapassa o limite do bom para o exagerado.
O filme se perde muitas partes (no meu ponto de vista). A briga entre Borat e seu produtor é a principal, algo desnecessário, poderia ser feito de outro jeito. O término da briga é a parte que poderia ser salva, eles acabam pelados numa conferência, mérito para a provocação, mas tudo tem limite. A busca por Pamela Anderson acaba de jeito medonho, onde Borat passa dos limites e agride a atriz, ou sejá lá o que ela for.
Filme mais ou menos, que poderia ter sido melhor e acabou se perdendo. Esperava-se mais de Sacha Baron.
Letra e Música pelo contrário é uma comédia quase romântica. Quase por que muitas vezes o tema principal e mais engraçado é a banda PoP. Concordo com a reportagem da revista "Rio Show". A melhor parte do filme é o início onde mostra o clipe da música PoP. Goes my heart. É hilário. O resto do filme não é tão bom quanto o clip, porém também não deixa a desejar. Hug Grant leva o filme com as frases provocantes de seu personagem. Drew é a mesma de sempre, meio sem sal. Recomendo, baixar a música.

Outro filme de comédia que vi foi Norbit. Nem merece muito mais do meu tempo. Filme bobo toda vida. Eddie Murphy já fez melhores, até Professor Aloprado é melhor. Filme que ele também faz mais de um papel. Mas claro se você quiser ver por ver, ri um pouco, da pro gasto. O dinhei
ro é seu mesmo. Ainda bem que eu não paguei por nada disso.
Bom Filme Pra Vocês.

Um comentário:

Gui disse...

eiiiiiiiiiiii me passa o blog!
e eu keria saber o nome do prof da entrevista de amanhã =/