Faça um blogueiro feliz, comente!

sexta-feira, 31 de agosto de 2007

Um vício que causa doenças

O tabaco é a fonte primária para o cigarro, logo é também para o fumo, o vício e logo a morte. Porém essa história começou há muito tempo atrás. Povos indígenas da América acreditavam que o tabaco tinha poderes medicinais e usavam-no em cerimônias. Ele foi trazido para a Europa pelos espanhóis, no início do século XVI. Era mascado, ou então, aspirado sob a forma de rapé (depois de secar as suas folhas). Um médico francês, Jean Nicot (de onde deriva o nome da nicotina) usava-o como medicamento, para curar as enxaquecas da rainha Catarina de Médicis. Em 1585 o tabaco chegou a Inglaterra “graça” ao corsário Sir Francis Drake, e foi Sir Walter que começou o vício de se fumar a erva, ainda como cachimbo.
A preocupação com a saúde só começou a surgir no século XVII, verificando os males provocados à saúde. Várias nações fizeram campanha contra o tabaco antes, mas o que realmente interessa é o valor do impostos que esse produto trás. No Brasil a vinculação de propaganda do cigarro na mídia é proibida, mas isso feito apenas anos depois de imagem e marca terem sido vendidas com sucesso. Jovens hoje fumam não por verem propagandas, mas por seguir fumantes mais antigos, pelo “barato” que é fumar.
A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que 16% da população brasileira é fumante. A OMS também estima que em países desenvolvidos, 26% das mortes masculinas e 9% das mortes femininas podem ser atribuídas ao tabagismo. Desta forma, o tabagismo é uma importante causa de morte prematura em todo o mundo. De acordo com a Organização Pan-americana da Saúde, o tabagismo é o responsável por cerca de 30% das mortes por cancro (câncer no Brasil), 90% das mortes por cancro de pulmão, 25% das mortes coronarianas, 85% das mortes por doença pulmonar obstrutiva crônica e 25% das mortes por derrame cerebral.
Ainda de acordo com a organização, não existem níveis seguros de consumo do tabaco. O método de avaliação de Fagerström é, hoje, utilizado por especialistas, para ajudar a definir a melhor estratégia para quem quer largar o cigarro. Este questionário é utilizado por médicos a fim de determinar se uma pessoa está seriamente viciada na nicotina.Esse ano o Governo brasileiro lançou a campanha para ajudar no seu combate, o dia 29 de agosto, é a partir deste ano o Dia Nacional de Combate ao Fumo. Vício que se transforma em doença aos poucos, sem o usuário perceber. Fumar, todos sabem, faz mal a saúde, mas muitos não ligam, afinal, vão morrer de qualquer jeito mesmo, como alguns dizem. Quero ver na hora que realmente estiver perto de uma doença fatal se pensarão assim. O fumo é uma droga, assim como bebidas alcoólicas, maconha, entre outros. Consume quem quer, e sabe os efeitos que o traz.

Um comentário:

Gisella disse...

É provável q eu seja suspeita pra falar, mas seu texto está ótimo! como sempre, né ?